TEXTOS

Sobre recomeços

Será que a lagarta sabe que lindo recomeço lhe aguarda após o casulo? Penso que não. Acho que ela nem sabe que o casulo é casulo, para ela é o fim, pura e simplesmente.

De toda forma, aposto que ela não se martiriza por ter deixado de ser lagarta, não remói as deliciosas plantas que saboreou, os ensolarados dias que atravessou, ou a monotonia de quando havia chuva, ela só é, exclusivamente, se lagarta…lagarta e se casulo… casulo, sem mais.

O que quer dizer que nós humanos deveríamos nos espelhar e aprender a respeitar os nossos processos. Para que se prender e querer manter a mesma história para sempre? As vezes ela nem é bonita, e só confortável não é condição que convença o bastante, desculpa!

A expressão “Tudo muda” é categórica. E o que te faz achar que mudança é para pior? As vezes o pior que você tanto horroriza é apenas um processo onde está se tecendo um colorido recomeçar. Palavra bonita né? R-E-C-O-M-E-Ç-A-R, pois é, e ela é sequência da palavra MUDANÇA.

Respeite e aceite o casulo!

5 comentários em “Sobre recomeços”

  1. Temos uma grande dificuldade em aceitar mudanças, tenho aprendido a me permitir, e faz bem … muitas vezes com o medo do novo, perdemos grandes oportunidades … Parabéns pelo texto. Reflexivo, assertivo, real. E é isso!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Perspectiva, foi a palavra que veio em minha mente durante a leitura. Mudanças são necessárias e muitas vezes naturais, o que a torna confortável ou não é a maneira que decidimos enxerga-la.

    Parabéns!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s