TEXTOS

Já se sentiu perdido?

Sem Rumo

Tem dias que tudo parece fazer sentido, você consegue se sentir como uma peça de canto de um quebra-cabeça, as vezes até entende seu papel ali, e tem dias que a gente é como uma daquelas peças cuja única característica não a distingue das outras 897 de 1000, suponhamos que está sendo montado um enorme oceano, várias peças azuis, em um sutil degradê, você sabe que se encaixa ali, mas onde? E se você é a única peça azul de um outro quebra-cabeça e por um deslize foi parar na caixa errada? Quem sabe?

Assim é a vida, cheia de perguntas, com respostas, sem respostas, com ilustrações, sem ilustrações, as vezes algumas palavras saem falhadas, as vezes saem bem nítidas, é como aquela prova ferrada, sem consulta, daquele professor que todo mundo odeia, mas um dia vai agradecer no fim das contas. A gente só precisa seguir, sem certeza de nada, sem manual de instrução, numa incansável busca por si, por sentido, as vezes me pergunto se realmente faz sentido no ‘final’ para todo mundo.

Eu sinto vontade de fazer tantas coisas, entre elas mudar o mundo, sim! Eu sinto vontade de mudar o mundo, de vez em sempre, você não? A vez que me senti mais compreendida quanto a isso, foi em um curso quando ouvi um rapaz dizer que sente vontade de fazer algo grandioso, algo que impactasse positivamente as outras pessoas, me identifiquei com aquilo, está cheio de gente assim, e eu fico me perguntando se serei um dia uma dessas pessoas, ou se terei apenas uma existência comum, acho que ninguém quer ter uma existência comum, mas é isso que a maioria de nós somos – comum, apesar de saber que todos somos únicos.

Tenho uma colega que tem a vida toda planejada, data de casamento marcada, a idade que vai ter cada um dos filhos, o casamento inteiro planejado e olha que a data é para daqui cinco anos, eu a observo comentar toda empolgada e fico: What? Cara… eu não sei o que vou fazer semana que vem, não que eu deixe a vida me levar, eu também sou a rainha do planejamento, mas é que parece que eu sou uma cada semana, eu não consigo saber direito qual meu sonho, porque eu sou a inconstância personificada, quero o óbvio, o que todo mundo quer: Ser feliz!

E adicionado a isso, tem as muitas rasteiras que a vida já me deu em tudo que tive convicção, que planejei, ela é cheia das muitas possibilidades e nos surpreende sempre, ora para melhor, ora para pior, mas sempre trabalhando por nossa evolução, então eu pego a lição da vez, coloco debaixo do braço e sigo.

Mas me falta o “como?”, eu quero entender que parte do azul do oceano eu sou, eu busco por isso desde que me entendo por gente, e sinceramente não sei se estou longe ou perto, não sei nem se tenho procurado nos lugares adequados, mas eu sigo. Vou adiante, procurando por mim, e tentando mudar pelo menos o meu mundo!

6 comentários em “Já se sentiu perdido?”

  1. Somos uma peça entre várias neste mundo… mas um quebra cabeça sem uma única peça se torna incompleto. Daí a nossa importância neste mundo. Completar! Completamos um ao outro… assim como hoje você Alice me completa como minha amiga de oração. Sucesso!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Nossa moça! Me identifiquei demais… parabéns! Tá aí quem sabe o seu lugar é como “escritora” hahaha

    “…parece que eu sou uma cada semana, eu não consigo saber direito qual meu sonho, porque eu sou a inconstância personificada, quero o óbvio, o que todo mundo quer: Ser feliz!”

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s